sábado, 17 de dezembro de 2011

Desapego

Se apaixonar faz parte, desapegar é arte! Sabe aquela garota que há duas semanas atrás estava chorando e correndo atrás do ex namorado? Essa garota se cansou, jogou tudo pro ar e resolveu viver a vidinha dela. Foi ao shopping, comprou um vestido bem coladinho, um salto 15 (que dói mais quando pisar em alguém) e um perfume pra matar qualquer um. Ligou pras amigas e se jogou na balada. Bebeu todas, conheceu um monte de garotos novos, fez o que quis, disse o que sempre teve vontade e pela primeira vez foi ela mesma. Pela primeira vez não se preocupou com o que ele ia pensar. Não se preocupou com o que ninguém ia pensar! Chegou em casa e dormiu sem se lembrar dele pela primeira vez. E é aí que começa o desapego. Essa garota parou de entrar compulsivamente nas redes sociais dele, parou de mandar SMS todos os dias pra saber como ele estava, parou de ligar pra ele no meio da madrugada.. Ela simplesmente parou de se importar. Porque a única pessoa que importava nesse momento, era ela mesma.


Sabe aquela garota que há duas semanas atrás estava chorando e correndo atrás do ex namorado? Essa garota não existe mais. Ela virou uma mulher que tem amor próprio acima de tudo, que pensa nela antes de todos.

E sabe aquele garoto que fugia da ex namorada e dizia para todos que não aguentava mais aquela louca chata atrás dele? Ele percebeu a mulher que perdeu e agora tá correndo atrás.
Texto : Isabela Freitas

domingo, 4 de dezembro de 2011

Amar não é segredo...


A vida tem tantos encontros e desencontros não é?
E na grande maioria das vezes, esses desencontros ainda geram um reencontro lindo de se ver.
Você ter a felicidade de encontrar uma pessoa que se dedica a você. Que demonstra ter acima de tudo respeito e um sentimento puro por ti, é a coisa mais encantadora da vida.
Agimos de modo a buscar a estabilidade e escrever uma linda história juntos.
O prazer e a felicidade de te encontrar. As aventuras vividas. As caricias trocadas ainda estão firmes em minha pele.
Mas quando pensamos que estava tudo bem, ocorreu o desencontro de idéias, atitudes e terminamos por nos separar. Palavras amargas foram ditas. Doeu no fundo da alma. E assim nos afastamos mais ainda.
Dias se passaram e estávamos tão perto, mas ao mesmo temo tão longe. Chegamos a nós ver. Tudo friamente e só o necessário foi dito. 
Depois... a distância realmente voltou a existir, pois cada um estava em seu determinado local. 
Contudo um fato interessante ocorreu: o reencontro de desejos, vontades, carinho e principalmente respeito. As lembranças mostravam que a história não havia terminado daquela forma triste e trágica. Pois quando encontramos alguém que julgamos especial em nossas vidas sempre buscamos a paz e elo com essa pessoa. 
Então se você gosta, ama, deseja, quer bem à uma determinada pessoa. Releve as brigas, concerte os erros e tenha fé que um dia tudo acontecerá. 

Amar não é nenhum segredo, é apenas fazer o sol brilhar para nós.

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Descalça...


Eu sempre tive tudo o que queria ao meu alcance, e o mundo pra mim até então foi apenas diversão.
Roubaram meus sapatos de cristal e fui obrigada a andar descalça nesse mundo de asfaltos.
Tudo continua a girar ao meu redor, mas vejo que as pessoas não possuem coração.
Muitos se afastaram de mim, e outros entram em meu viver já pronunciando: estou apenas de passagem.

Estou de saída! Mas para onde ainda não sei.
Tanta coisa nova pra fazer. Tanta coisa antiga para recordar.
Como ter um dia diferente sem lembrar das curtições do passado recente?
Posso continuar à toa, entretanto sei que não estarei numa boa.

Queria respostas para esse momento. As encontrei em minhas atitudes.

Eu não sou nada. Eu não tenho casa. Eu não mereço.
E o que eu disser, sei que serei desmentida.
O que falam de mim antes era sem sentido, hoje me deixa confusa.
Serei eu ainda tão importante para alguém?!

Cansei das propostas desse mundo. Dos sonhos construídos com papéis.
Não quero mudar, mas não quero ser discreta ou menos esperta.
Cansei de propostas. Não quero dar respostas.
Um dia tudo volta para o seu lugar. Um dia tudo vai ficar como deveria estar.

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Tempo amigo...


Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança. E começa a aprender que beijos não são contratos e presentes não são promessas. E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e os olhos adiante, com a graça de uma criança, e não com a tristeza de um adulto. E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno de amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.Depois de um tempo você aprende que o sol queima se você ficar exposto por muito tempo. E aprende que não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam... e aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso.Aprende que falar pode aliviar dores emocionais. Descobre que se levam anos para se construir confiança e apenas segundos para destruí-la, e que você pode fazer coisas em um instante, das quais se arrependerá pelo resto da vida. Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem na vida. E que bons amigos são a família que podemos escolher. Aprende que não temos que mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam, percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos. Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa, por isso sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a última vez que as vemos. Aprende que as circunstâncias e os ambientes têm influência sobre todos nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos. Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que se pode ser. Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que se quer ser, e que o tempo é curto. Aprende que não importa onde já chegou, mas sim onde está indo. E se você não sabe para onde está indo, qualquer lugar serve.Aprende que ou você controla seus atos ou eles o controlarão, e que ser flexível não significa ser fraco ou não Ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados.Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as consequênciasAprende que paciência requer muita prática. Descobre que, algumas vezes, a pessoa que você espera que o chute quando você cai, é uma das poucas que o ajudam a levantar-se. Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e o que aprendeu com elas do que com quantos aniversários celebrou. Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens, seria uma tragédia se ela acreditasse nisso. Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel. Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes é preciso perdoar a si mesmo. Aprende ainda que com a mesma severidade com que se julga, você será em algum momento condenado. Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte. E finalmente, aprende que o tempo não é algo que se possa voltar atrás. Portanto, plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores. E você aprende que realmente pode suportar... que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não pode mais. E que realmente a vida tem valor, e o que não tem valor diante da vida? Nossas dádivas são traidoras... E nos fazem perder o bem que poderíamos conquistar se não fosse o medo de tentar!
(William Shakespeare)

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Ainda há...



Ainda há segredos.
Ainda há ciumes.
Ainda há brigas.
Ainda há tapas doloridos.
Ainda há tombos terriveis.
Ainda há risadas à toa.
Ainda há palavras ditas da boca pra fora.

entãao ainda há amizade.
então, eu ainda te amo.


(Autor desconhecido)

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Quem será? ....



Recebi esse texto como comentário e resolvi deixá-lo mais exposto publicando-o...
Lindo como todos os outros Silvio


Quem seria esta morena de riso claro e olhos escuros? De quem seria a tua presença uma grata sentença para quem morresse por ti não faria falta. Quem seria a morena de grandes risos e entrega pequena. Sim, pequena, pois eu sou grande, mas não o suficiente para movê-la dos teus bloqueios e tê-la em meio aosmeus braços de atleta. Fortes de pegada, tesão e posse. Posse que não é de ti. 
Não é do teu riso, do teu corpo e de tuas vontades, mas sim dos teus guizos que me tiram o juízo quando tu passas e arrastas contigo o meu olhar, as minhas palavras sussurradas e os meus tão loucos desejos...
sillvioafonso

Dois e uma atração....

Sugar e ser sugado pelo amor

Sugar e ser sugado pelo amor
no mesmo instante boca milvalente
o corpo dois em um o gozo pleno
Que não pertence a mim nem te pertence
um gozo de fusão difusa transfusão
o lamber o chupar o ser chupado
no mesmo espasmo
é tudo boca boca boca boca
sessenta e nove vezes boquilíngua.

Carlos Drummond de Andrade

Singelos...


Ultimamente tenho estado ausente, distante. Fugindo mesmo! Busco uma fuga de algo que nem sei mais se me fazia bem ou mal. As palavras têm sumido da ponta de meu grafite e as frases ausentaram-se de meus singelos textos. Sabe, tudo isso é culpa de sua ausência em minha vida. Não sei se a ausência de uma presença constante que me alegrava o dia em apenas ouvir o seu bom dia, ou  a falta de algo que eu não tive. Não era meu! Não me pertencia mas mesmo assim eu sentia uma chama arder dentro de mim. Algo que me fazia queimar de tanto desejo em te ter, e que hoje em minhas boas e poucas recordações que sou capaz de ter na palma de minha mão me faz uma mulher simples e feliz.
Contudo, de acordo com tudo que aconteceu, neste momento eu ainda me sinto sem palavras e por mais que eu tente e busque ser a mesma de antes, ou melhorar um pouco mais com você não consigo. Foi muito estrago e tudo o que consigo é tão pouco que cabe dentro de um simples frasco...
Estou bem, estabilizada. Mas assumo: sua falta ainda dói.  E por isso não conseguimos ficar longe e nem evitar um ao outro. 
Realmente somos bem singelos .....

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Sorria...





Ei! Sorria... Mas não se esconda atrás desse sorriso...
Mostre aquilo que você é, sem medo.
Existem pessoas que sonham com o seu sorriso, assim como eu.
Viva! Tente! A vida não passa de uma tentativa.
Ei! Ame acima de tudo, ame a tudo e a todos.
Não feche os olhos para a sujeira do mundo, não ignore a fome!
Esqueça a bomba, mas antes, faça algo para combatê-la, mesmo que se sinta incapaz.
Procure o que há de bom em tudo e em todos.
Não faça dos defeitos uma distancia, e sim, uma aproximação.
Aceite! A vida, as pessoas, faça delas a sua razão de viver.
Entenda! Entenda as pessoas que pensam diferente de você, não as reprove.
Ei! Olhe... Olhe a sua volta, quantos amigos...
Você já tornou alguém feliz hoje?
Ou fez alguém sofrer com o seu egoísmo?
Ei! Não corra. Para que tanta pressa? Corra apenas para dentro de você.
Sonhe! Mas não prejudique ninguém e não transforme seu sonho em fuga.
Acredite! Espere! Sempre haverá uma saída, sempre brilhará uma estrela.
Chore! Lute! Faça aquilo que gosta, sinta o que há dentro de você.
Ei! Ouça... Escute o que as outras pessoas têm a dizer, é importante.
Suba... faça dos obstáculos degraus para aquilo que você acha supremo,
Mas não esqueça daqueles que não conseguem subir a escada da vida.
Ei! Descubra! Descubra aquilo que há de bom dentro de você.
Procure acima de tudo ser gente, eu também vou tentar.
Ei! Você... não vá embora.
Eu preciso dizer-lhe que... te adoro, simplesmente porque você existe.


Charlie Chaplim

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Tudo o que eu quero....


" Tudo o que eu mais queria nesse momento era o seu abraço e seu colo".
Seu abraço que me acalma e me aquece...
Seu colo que me apoia sempre nos momentos difíceis... 


"Tudo que eu mais queria nesse momento era o seu beijo e seu toque".
Seu beijo molhado de amor e desejo....
Seu toque repassando a ânsia de me ter...


"Tudo o que eu mais queria nesse momento era o cheiro e seu corpo".
Seu cheiro de suor em minha pele...
Seu corpo quente envolvido ao meu corpo...


"Tudo o que eu mais queria nesse momento era você" !

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Dimim...



Meu Dimim...

Eu, porque eu? Bem, ainda não entendi.. mas quem disse que é preciso entender? Me assusta ver o quanto me sinto bem com você, como o tempo passa rápido quando estamos juntos, como tudo começa a ter novas formas, novos sentidos.. É incrível perceber que aos poucos você está reestruturando algumas coisas que estavam destruídas dentro de mim, que as inquietações são apenas inquietações. Bom estar com você...

T.A.M.

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Promessa não cumprida...


Eu não te enganei
Apenas o tempo mudou
Por tudo que eu passei
As palavras, o tempo levou

Não fique a esperar
Na vida, é tudo assim
Num dia, o tempo dá
No outro, fica tudo ruim

Não fui eu, quem quis assim
Foi a força do destino
Você sabe, se fosse por mim
Desfrutava, desse amor de menino

Eu sei, você acreditou
E eu acreditava que tudo daria
Mais tudo se complicou
Mudou da noite pro dia

Agora, siga seu destino
Não posso te atrapalhar
Quem sabe, esse amor de menino
Ainda vai se encontrar.

Mais um texto maravilhoso que meu querido Josédival me enviou.!
Lindo amigo!

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Talvez o amor...


Talvez o amor seja como um local de descanso,
Um abrigo da tempestade.
Ele existe pra te oferecer conforto,
Ele está lá pra te manter aquecido.
E naqueles tempos de dificuldade
Quando você está na maior parte sozinho,
A lembrança do amor vai te trazer pra casa.

Talvez o amor seja como uma janela,
Talvez uma porta aberta,
Ele te convida pra chegar mais perto,
Ele te quer mostrar mais
E mesmo se você perder a si mesmo e não souber o que fazer,
A lembrança do amor vai te acompanhar.

O amor para alguns é como uma nuvem,
Para alguns tão forte como o aço,
Para alguns um modo de vida,
Um modo de sentir.
E alguns dizem que o amor está persistindo...
E alguns dizem que está desistindo...
E alguns dizem que o amor é tudo...
E alguns dizem que não sabem...

Talvez o amor seja como o oceano,
Repleto de conflito, repleto de dor
Como uma chama quando está frio lá fora,
Um trovão quando chove.
Se eu viver eternamente
E todos os meus sonhos tornarem-se realidade,
Minhas lembranças de amor serão sobre você...






sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Remoto...



♪ Músicas online grátis! Acesse: www.powermusics.com


Solte o pensamento e deixe ele seguir,
Sem a direção.
Certos pensamentos, são como o vento
Que beija a tarde, que não quer morrer.
São como janelas do passado,
Em busca de um sol, distante.

E são vãos meus, tantos teus...
Tudo é tão assim, metade desse fim
Vontade desse meio.
Mas se o sol é só meu,
Então tudo se perdeu de tudo?

Solte o sentimento, deixe ele invadir.
Sou sua prisão.
Certos sentimentos, são como estrelas
Que beijam a noite, antes de dormir.
São como caminhos traçados,
Em busca de um só...  Horizonte!

Música do meu amigo @ve_domingos
Linda .. ~> Remoto , na voz de 
http://tramavirtual.uol.com.br/musica/tocar/353972/
http://tramavirtual.uol.com.br/vedomingos

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Quando eu disser adeus...



Chegou a hora do adeus
Nós já viramos essa página
Separe tudo que for seu
E deixe apenas nossas lágrimas
De repente eu me tornei
Um estranho pra você
Dói no meu coração
Dói no seu coração
Não há nada que vai nos prender
Vou apagar de vez
Cada passo teu
E eu só vou me curar quando eu disser adeus
Amanhã talvez
Longe em outro lugar
Tudo vai passar
Quando eu disser adeus
Quem sabe a vida vai mostrar
Os sonhos que nós dois perdemos
Daqui pra frente vou mudar
Viagens, riscos, outros planos
Guarde o melhor de mim
Que no meu peito eu vou te guardar
Vai ser melhor assim
Vai ser melhor pra mim
Um dia a gente vai se perdoar.
Vou apagar de vez
Cada passo teu
E eu só vou me curar quando eu disser adeus
Amanhã talvez
Longe em outro lugar
Tudo vai passar
Quando eu disser adeus...

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Eu não vou te deixar...



Eu não vou te deixar...

Quando você começa a cair
É sinal de que você está sofrendo
Quando o seu fogo começa a se transformar em cinzas
Quando você começar a gritar
O seu coração também sangra...
E quando você sentir que não existe mais razão para continuar
Saiba que eu não vou te deixar...
Não, não vou te deixar...

Porque quando estiver totalmente sozinho e estiver frio
Quando não tiver ninguém para você abraçar
Quando você se sentir perdido e não tiver para onde você ir
Quando você estiver triste, não esqueça que você pode segurar a mão
Quando você se sentir para baixo, lembre-se
Eu não vou te deixar....

Quando você estiver demolido
Ou mesmo quando você estiver cheio de problemas
Você nunca deve ceder
Você nunca nem mesmo deve pensar em desistir
Quando você estiver se afogando em desespero e desaparecendo
Saiba que eu sempre estou a sua espera!
Porque você sabe que eu não vou te deixar...

Lembre-se
Quando eu digo que é para sempre
Eu sei que quis dizer PARA SEMPRE
E eu nem quero e nem vou te decepcionar...
Eu sempre posso ser encontrado
Eu sempre estarei por perto!


♫♥WandAvril♥♫ 

Texto enviado pelo meu querido Wanderley Silva. Promessa cumprida. 
Tá postado! 

Seguindo em frente....


Você decidiu,
Olha pra mim e diz que eu não entendo.
Temos que conversar sobre isso,
Mas já tentamos isso e ...
Eu não posso falar. Falar sobre isso.
Mais nunca me diga que eu não entendo.

O problema é que você não falou.
Não falou o que queria de mim,
Se queria que eu saísse.
Eu não sei como chegamos aqui.
O que aconteceu.

Eu apenas acordei e tudo tinha caído.
Havia tinha um plano. Mas agora...
Não tenho ideia de como vai ser,
Do que fazer...

Tudo que eu sei é que vou seguir.
Vou seguir em frente e sem você.
Mas eu vou sorrir e viver o máximo de tempo que eu puder.
Vou descobrir a coisa certa a ser feita,
Eu não sei qual é. Não sei o que vou fazer!

Não tenho a miníma ideia de como fazer isso.
Mas não será você a me dizer o que fazer.
Será minha estrada escolhida,
Onde você não está mais ao meu lado.

A última carta...


Querido BrutuS ...

Sei que já faz tempo que eu te escrevi.
Eu comecei a escrever nesta folha em branco faz duas horas.
Pra ser sincera...
Fiquei olhando pra ela na última semana.
Por favor me perdoe pelo o que estou prestes a dizer.
E saiba que esta é a coisa mais difícil que eu já fiz.

Minha vida não têm sentido sem você,
E eu não posso viver assim!
Mas não deseje e nem sinta saudades,
Pois sinceramente sei que não será verdade.
Assumo que estou em cacos,
Mas o que me faz escrever tudo isso
É saber que não sou a única a estar assim.

Quero que saiba que não. Não era uma ilusão!
Foi um sonho perfeito. Que acabou e lamentamos.
Mas esta noite chegamos a solução. A última carta.
Sinto muito BrutuS!

sábado, 30 de julho de 2011

Desabafo...


Sabe, à pouco sonhei com você. Chegavas perto de mim, me olhava com uma face serena, enquanto passava a mão levemente em meus cabelos. Sua voz firme me dizia que tudo tinha sido apenas um pesadelo que já passara.
Acordei. Atordoada desejei loucamente que aquilo tivesse sido real. Mas não era! Eu continuava sozinha nesta cama de hospital, em um quarto escuro onde o único som emitido é o da tv que agora estar fora do ar. Então olhei rapidamente para o celular na esperança de haver uma chamada, uma mensagem ou qualquer coisa que viesse de você. Mais uma vez: não! 
Tudo bem, essa lágrima que escorreu em minha face e molhou a receita médica onde escrevo este desabafo, irá secar da mesma forma que esta folha secará logo.
Nunca imaginei que em um momento usaria este espaço pra escrever sobre sua ausência de minha vida, até porque o intuito era eu, você.. nós escrevermos o que o coração desejava e emitia devido a presença do outro.
Agora... já em casa e repassando este texto para o seu devido lugar, confesso que novas lágrimas saem de mim. Ouço a música "Easy-Lionel Richie".. Não! Não está tudo tranquilo! Todos dizem que passa, que tudo na vida passa. Mas por que não pensam no que sentimos no agora, enquanto a dor.. a tristeza ou a lágrima não passa? 
Eu estou desesperada, sentindo sua falta. Sua ausência está me consumindo. Não ouvir sua voz me causa tremor no corpo. Estou ha quase duas horas olhando pra sua janela do msn sem ter coragem falar, de dizer o que tô sentindo ou apenas um Olá' ...
Então paro e penso em tudo, tudo, tudo ...
Na verdade nem sei se lerá esse post e me pergunto o motivo de continuar escrevendo aqui. 

É.... hoje foi porque precisei desabafar.

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Carta Suicida...


Morrer de amor. Desistir da vida. Suicidar-se. O ato extremo, de irreversível retirada do mundo. A viagem sem volta. Ou, talvez, a secreta esperança de que lá , do outro lado, a felicidade é possível. Apostar que o verdadeiro amor nunca morre. Por vezes, os suicidas deixam cartas, bilhetes. Derradeiro texto, escrita do eu, exposição da alma, truncada narrativa de um amor impossível. A intimidade se revela e o sentimento se expõe.Mas será que esta carta ou bilhete terá a sua finalidade cumprida? Ela (carta) pressupõe um destinatário, logo um leitor. Será que o destinatário ira perceber a intensidade daquelas palavras? O valor a que à elas foram confiadas? 

Hoje eu não queria escrever nada. Sabia? Fui forçada a tomar atitudes que não estavam em minha escolha diária. Decorrente disso escrevi uma carta suicida para mim. Para nós. Tudo porque há dias vinhamos escrevendo palavras que carregarão consigo o peso da ambiguidade e que também trouxe o peso da permanência, nos levando a cortes. Terminamos por escrever a presença da ausência de cada um em nossas vidas. Meio que uma vida que se encerrava. Registro aqui, sem saber se o destinatário irá ler e sentir a intensidade dessa carta "suicida", a aventura prazerosa que foi viver neste mundo. No nosso mundo. Mas que agora tudo volta a individualidade. Ouvi dizer que apenas em standy-by (espera). Tenho minhas dúvidas de que isso também pode ser suicídio, ao invés da esperança de tudo mudar. De que lá do outro lado a felicidade é possível. 

Mas...
é um estágio desconhecido!

Escolhas..



Estradas...
Caminhos...
Direções...

Na verdade, nesse momento não importa o nome que eu dê as minhas ESCOLHAS.
Sim. Essas estradas que percorro diariamente, os caminhos que sigo lentamente com meus passos aflitos e as direções que vejo a minha frente. Todos são frutos de decisões que fiz em algum momento de minha vida.
O que importa é cada trilha que se faz, seguindo nossas escolhas.
Já percorri tantas estradas, caminhos e direções. Confesso que esqueci de algumas flores que vi e pedras que tropecei. Nesse momento estou sentada em um abismo. Admiro a beleza dele. Há algo que me atrai na imensidão e escuridão que é o seu fim. Será que há fim em um abismo? Não sei! Esse abismo é a ponta de uma encruzilhada que estou vivendo. Em minha frente: novas estradas a serem trilhadas. Sentada busco em tudo o que já vivi e imaginei a resposta para qual direção tomar.
Posso ir a um caminho novo. Nebuloso. Confesso. Pois não sei o que me espera. Quem sabe eu tome novas decisões e assim trilhe o próprio chão que darei novos passos. Ou, posso me jogar nesse abismo que estou   sentada a observar. Sem saber se ele têm fim, é realmente escuro lá embaixo ou há algo intenso e prazeroso em algum ponto seu.
Tenho medo, frio e calafrios das minhas próprias escolhas. Indecisão me consome e eu realmente estou perdida na floresta da vida, em meio tantas saídas e entradas. E  a única coisa que sei, é que queria você aqui pra me abraçar, me emprestar seu colo e assim eu poder chorar toda a minha angustia de uma ESCOLHA não tomada.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

O presente...



Existe somente uma idade para a gente ser feliz, somente uma época na vida de cada pessoa em que é possível sonhar e fazer planos e ter energia bastante para realizá-las a despeito de todas as dificuldades e obstáculos. Uma só idade para a gente se encantar com a vida e viver apaixonadamente e desfrutar tudo com toda intensidade sem medo, nem culpa de sentir prazer. Fase dourada em que a gente pode criar e recriar a vida, a nossa própria imagem e semelhança e vestir-se com todas as cores e experimentar todos os sabores e entregar-se a todos os amores sem preconceito nem pudor. Tempo de entusiasmo e coragem em que todo o desafio é mais um convite à luta que a gente enfrenta com toda disposição de tentar algo NOVO, de NOVO e de NOVO, e quantas vezes for preciso. Essa idade tão fugaz na vida da gente chama-se PRESENTE e tem a duração do instante que passa.

sábado, 23 de julho de 2011

Amiga - Dama de Ferro


..Olá meus queridos hoje eu vou fazer um post sobre mim mesma..
       Relatando todas as minhas versões, mas avaliado por um escritor amigo meu: Josédival Câmara, que escreveu este texto e postou em uma de minhas redes sociais. Obrigado meu querido amigo!!


AMIGA – DAMA DE FERRO
Amiga!....
Muito me honra, em saber
Mesmo sem te conhecer
De longe, troco linhas com você
Agora leio “ Mejores amigos”, no PC
Está no seu álbum, é um prazer

Ainda não sei nada de você
Te conheço, apenas da tela do PC
Do pouco que sei, já posso dizer
Existem, poucas pessoas, como você

Alegre, extrovertida e popular
Curte o amor, vive a vida, gosta do mar
Vive sorrindo, gosta de prosear
No chat, está sempre a brincar

A sua felicidade, contagia
Sua amizade, é luz e sabedoria
Você é festa, é magia
Ainda vou, te abraçar um dia

Neste momento, peço ao Senhor
Pra cada dia, mais te iluminar
Que te dê sorte, no amor
E sabedoria, pra conversar, com o mar.

DE: Zedival Poeta
PARA: Aninha (Dama de Ferro)
Mossoró – RN.


OBS: Dama de Ferro é mais um dos meus nicks. 

terça-feira, 19 de julho de 2011

Presença...

'..Agora à pouco recebi esse texto do Caio Fernando de Abreu, de uma amiga minha chamada Cathariny Lima... esta que sempre me deu mil e 1 motivos pra sorrir, veio mais uma vez me alegrar com sua dedicação e palavras amigas... 
       Amei o texto, realmente bem minha cara. Por isso posto ele nesse momento' 
                      Obrigado amiga =)

“Acho que não precisava ser assim. É tudo tão forte, tão profundo, tão bonito, não precisava doer como dói. Eu não podia apenas sorrir quando me lembrasse de você? Mas acontece tipo assim: lembro do seu rosto, do seu abraço, do seu cheiro, do seu olhar, do seu beijo e começo a sorrir, é assim mesmo, automático, como se tivesse uma parte do meu cérebro que me fizesse por um instante a pessoa mais feliz do mundo, mas que só você, de algum modo, fosse capaz de ativar. Eu sei, é lindo. Mas logo em seguida, quando penso em quão longe você está sinto-me despedaçar por inteiro. Sabe a sensação de arrancar um doce de uma criança? Pois é, sou essa criança. E dói. Uma dor cujo único remédio é a sua presença. Então sigo assim, penso em você, sorrio, sofro e rezo, peço pra Deus cuidar da gente, amenizar essa dor e trazer logo a minha cura.”

Raio de Sol...


'... hoje, depois de alguns dias vivendo no escuro do dia 
e na penumbra da noite, trancada em minha fortaleza, 
que pela primeira vez não me deu forças quando mais precisei...
pude então ver pela fresta do quarto um lindo raio de sol,
que insistia em entrar iluminando minha face...

percebi que apesar de manter a porta fechada,
havia lá fora várias vidas que se envolviam ao lindo dia
que lhes dava a nova chance de sorrir,chorar, acertar, errar,
 morrer...VIVER!...'
E mesmo assim lá estavam as pessoas..

...o tempo passava, e eu não percebia que estava congelada.'

'...então, apesar de estar com o coração derretido pelo chão,
 e por culpa minha..somente minha...
achei algo bem verdadeiro entre nós dois: SENTIMENTOS...
deste modo, não me importa o que digam ou até mesmo o que você 
grite, berre, sussurre ou mencione à mim...

. não vou continuar sangrando, nem ouvir barulhos que me irritam,
irei ver todos os raios de sol que iluminam o viver..
agradecer ao mundo por estar aqui e abrir os braços para mais 
uma vez sentir a sensação do seu abraço quente ao meu corpo..'

                                      Brutinha'S

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Nada...



Não há nada que eu possa dizer para você
Nada que eu poderia fazer para te fazer enxergar
O que você significa para mim
Toda a dor, as lágrimas que eu chorei
Ainda assim você nunca disse adeus e agora eu sei
O quão distante você está

Eu sei que eu te decepcionei
Mas não é mais assim agora
Desta vez eu não deixarei você ir embora

E eu vou ser tudo o que você quiser
E me recompor
Pois você faz com que eu não caia aos pedaços
Por toda a minha vida
Estarei com você para sempre
Para fazer com que você siga com o dia
E fazer tudo estar bem

Eu pensei que tinha tudo
Eu não sabia o que a vida poderia trazer
Mas agora eu vejo, sinceramente
Você é única coisa que eu acertei
O único que eu guardo dentro de mim
Agora eu posso respirar, porque você está aqui comigo

E se eu te decepcionei
Eu vou mudar isso
Porque eu nunca deixarei você ir embora

Porque sem você
Eu não posso dormir
Eu nunca, nunca deixarei você partir
Você é tudo o que eu tenho,
Você é tudo o que eu quero
E sem você,
Eu não sei o que faço
Eu não posso, nunca viver um dia sem você
Aqui comigo, você percebe?
Você é tudo o que eu preciso

domingo, 17 de julho de 2011

Minha estrela...


Eu gosto do seu sorriso...
Eu gosto da sua energia...
Eu gosto do seu estilo...
Mas não é por isso que eu te adoro...
E eu, eu gosto da maneira como...
Você é uma estrela!!
Mas não é por isso que eu te adoro..

Ei, você sente?
Você me sente?
Você sente o que eu sinto?
Você precisa....
Você precisa de mim?

Você é tão bonito.
Mas não é por isso que eu te adoro!
Eu não tenho certeza que você sabe,
Que a razão que eu te adoro...
É você, sendo você, só você
Sim, a razão de eu te adorar
É por tudo que nós passamos
E é por isso que eu te adoro!



Eu gosto da maneira
Que você se comporta mal,
Quando nós ficamos bêbados
Mas não é por isso que eu te adoro
E como você se mantém calmo
Quando eu sou complicada
Mas não é por isso que eu te adoro!




                                    

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Lá fora...


Eu sei que você está em algum lugar lá fora
Em algum lugar longe
Eu quero você de volta
Eu quero você de volta
Meus vizinhos pensam que
Eu sou louco
Mas eles não entendem
Você é tudo que eu tenho

À noite, quando as estrelas
Iluminam o meu quarto
Me sinto sozinho
Falando com a lua
Tento chegar até você
Na esperança de que você esteja
No outro lado
Falando comigo também
Ou eu sou um tolo
Que fica sentado sozinho
Conversando com a lua

Estou me sentindo como se eu fosse famoso
O assunto da cidade
Eles dizem
Que fiquei louco
É, eu fiquei louco
Mas eles não sabem
O que eu sei

Porque quando o
Sol se põe
Alguém está falando de volta
Yeah, eles estão falando de volta

Você já me ouviu chamando?
Porque toda noite
Eu estou falando com a lua
Ainda tentando chegar até você

Na esperança de que você esteja
No outro lado
Falando comigo também
Ou eu sou um tolo
Que fica sentado sozinho
Conversando com a lua

Eu sei que você está em algum lugar lá fora
Em algum lugar longe

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Tempestade...



Quanto tempo eu estive nessa tempestade?
Tão impressionado com o oceano sem forma
Está ficando mais difícil andar na água
Com essas ondas quebrando sobre minha cabeça

Se eu pudesse apenas ver você
Tudo estaria bem
Se eu pudesse ver você
Esta escuridão se tornaria luz

E eu caminharei na água
E você me pegará, se eu cair
E eu me perderei nos seus olhos
Eu sei que tudo vai dar certo
Eu sei que tudo estará bem

Eu sei que você não me trouxe aqui para me afogar
Então por que estou a 10 palmos de profundidade e de cabeça para baixo?
Apenas sobreviver se tornou meu propósito
Porque eu estou tão acostumado a viver debaixo da superfície



E eu caminharei na água
E você me pegará, se eu cair
E eu me perderei nos seus olhos
Eu sei que tudo vai dar certo
Eu sei tudo está bem

Tudo está bem
Tudo está bem.

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Respirando livres ....



Em um mundo que
Vivemos sem amor
O meu canto livre é você
E a imensidão
Abre-se ao redor de nós
Para além do limite dos teus olhos
Nasce o sentimento
Nasce em meio ao pranto
E se eleva altíssimo e vai
E voa sobre as acusações das pessoas
A todos os mais indiferentes
Sustentado de uma aliança de amor
De verdadeiro amor
Em um mundo que - pedras um dia caem
Prisioneiro é - abrangindo das rosas selvagens
Respiramos livres eu e você - revivem nos chamando
E a verdade - bosque abandonado
Se oferece nua a nós e - por conseguinte sobrevivemos virgens
E limpida é a imagem - nos abre
Agora - nos abraçamos
Novas sensações
Jovens emoções
Expremim-se puríssimas
Em nós
A veste dos fantasmas do passado
Caindo deixa o quadro imaculado
E cria-se um vento tépido de amor
De verdadeiro amor

sábado, 2 de julho de 2011

Vêm comigo...

Se esta pensando em voar
Na direção de me amar
Voa, voa
Não tenha medo de dizer que quer
Vamos fazer o que você quiser
Voa, voa
E serei eu que em um dia então
Vou te fazer delirar de paixão
Nesse prazer somos eu e você
Vamos, voa, voa
Num colorido pintado no céu
Num voo livre de nuvem de mel
No paraíso só eu e você
Vamos voa, voa
Mais adiante vai sentir o quanto se apaixonou
Voa comigo vem seremos dois pombinhos de amor.

Caminhos...

Todos caminhos trilham pra a gente se ver
Todas as trilhas caminham pra gente se achar, né
Eu ligo no sentido de meia verdade
Metade inteira chora de felicidade
A qualquer distância o outro te alcança
Erudito som de batidão
Dia e noite céu de pé no chão
O detalhe que o coração atenta
Você passa, eu paro
Você faz, eu falo
Mas a gente no quarto sente o gosto bom que o oposto tem
Não sei, mas sinto, uma força que embala tudo
Falo por ouvir o mundo, tudo diferente de um jeito bate

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Quando fui chuva...


Quando já não tinha espaço, pequena fui
Onde a vida me cabia apertada
Em um canto qualquer,
Acomodei minha dança, os meu traços de chuva
E o que é estar em paz
Pra ser minha e assim ser tua
Quando já não procurava mais
Pude enfim nos olhos teus, vestidos d'água,
Me atirar tranquila daqui
Lavar os degraus, os sonhos, as calçadas
E, assim, no teu corpo eu fui chuva
... jeito bom de se encontrar!
E, assim, no teu gosto eu fui chuva
... jeito bom de se deixar viver!
Nada do que fui me veste agora
Sou toda gota, que escorre livre pelo rosto
E só sossega quando encontra tua boca
E, mesmo que eu te me perca,
Nunca mais serei aquela que se fez seca
Vendo a vida passar pela janela
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...