segunda-feira, 23 de maio de 2011

Singelos...

Uma estrada do destino
Um desejo e um olhar.
Tudo tão repentino. Chegou a assustar.
Em transe e sem reação..
O mundo girava lentamente
Meu coração batia em sua direção.
Passos lentos e apressados ao mesmo tempo.
Medo de tudo escapar pelas mãos,
Pois nada parecia real.
Frente a frente nada foi dito.
O silêncio nos calou por alguns segundos,
Alguém disse um singelo OI..
Como cenário: o pôr do sol unido ao anoitecer.
Era um mundo de ambos se unindo...
O resto ficou subentendido...
Só importava o silêncio de ambos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...