sexta-feira, 29 de julho de 2011

Escolhas..



Estradas...
Caminhos...
Direções...

Na verdade, nesse momento não importa o nome que eu dê as minhas ESCOLHAS.
Sim. Essas estradas que percorro diariamente, os caminhos que sigo lentamente com meus passos aflitos e as direções que vejo a minha frente. Todos são frutos de decisões que fiz em algum momento de minha vida.
O que importa é cada trilha que se faz, seguindo nossas escolhas.
Já percorri tantas estradas, caminhos e direções. Confesso que esqueci de algumas flores que vi e pedras que tropecei. Nesse momento estou sentada em um abismo. Admiro a beleza dele. Há algo que me atrai na imensidão e escuridão que é o seu fim. Será que há fim em um abismo? Não sei! Esse abismo é a ponta de uma encruzilhada que estou vivendo. Em minha frente: novas estradas a serem trilhadas. Sentada busco em tudo o que já vivi e imaginei a resposta para qual direção tomar.
Posso ir a um caminho novo. Nebuloso. Confesso. Pois não sei o que me espera. Quem sabe eu tome novas decisões e assim trilhe o próprio chão que darei novos passos. Ou, posso me jogar nesse abismo que estou   sentada a observar. Sem saber se ele têm fim, é realmente escuro lá embaixo ou há algo intenso e prazeroso em algum ponto seu.
Tenho medo, frio e calafrios das minhas próprias escolhas. Indecisão me consome e eu realmente estou perdida na floresta da vida, em meio tantas saídas e entradas. E  a única coisa que sei, é que queria você aqui pra me abraçar, me emprestar seu colo e assim eu poder chorar toda a minha angustia de uma ESCOLHA não tomada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...